MAPA DO SITE ACESSIBILIDADE ALTO CONTRASTE
CEFET-MG

LOGOS – Projetos

Última modificação: Quarta-feira, 12 de junho de 2019

1. Utilização de uma plataforma de ERP no ensino da administração

Descrição: O objetivo do projeto é estudar os requisitos, as adaptações, os limites, o potencial e os resultados da incorporação de um software comercial de Sistema de Gestão Integrada (ERP) no ensino de graduação de administração. O ponto de partida da pesquisa é à semelhança de uma empresa, o ensino tradicional de administração é departamentalizado: operações, finanças, marketing e recursos humanos. Enquanto as empresa lidam com essa questão adotando, eventualmente, um ERP – tal situação pode se constituir uma alternativa interessante também para o ensino, permitindo uma maior interação entre os conteúdos, hipoteticamente.

Integrantes: Paulo Fernandes Sanches Junior – Coordenador / Laise Ferraz Correia – Integrante / Uajará Pessoa Araújo – Integrante / Mozar José de Brito – Integrante.

Ano de início: 2013

2. Estudo de viabilidade operacional para a instalação de Plataforma Logística em Belo Horizonte

Descrição: O transporte urbano de cargas, que segundo Dablanc (2006) representa do trânsito total de uma cidade, é uma realidade que toda sociedade precisa conviver, pois sem ele não existiriam as atividades econômicas. Diversas técnicas logísticas vêm sendo utilizadas para amenizar o caos que é o transporte urbano, porém essas soluções não dependem apenas dos operadores logísticos, conforme enfatiza Hesse (1995). Para Lima Junior (2003) muitos operadores logísticos adotam o horário noturno para circular na cidade, quer seja para realizar a coleta ou a entrega, contudo nem toda a estrutura comercial está preparada para essa operação durante a noite ou madrugada, o que impede uma ação eficaz das transportadoras. Lima Junior (2003) diz que eficiência do transporte urbano e a produtividade do sistema de transporte urbano de cargas dependem de esforços conjuntos dos setores privado e público. Cabe ao setor público dotar a cidade de infra-estrutura necessária e estabelecer regulamentações para a realização das operações logísticas e, ao setor privado, utilizar as melhores soluções logísticas, visando à eficiência do transporte urbano como um todo (LIMA JUNIOR, 2003). Em 2007, a cidade de Belo Horizonte, a exemplo de outras cidades brasileiras, iniciou uma política de regulamentação à circulação de caminhões no centro da cidade através da Portaria BHTRANS 31/2007. Contudo, conforme afirma Short (1995) e Sanches Jr. (2008) essas ações tornam-se pontuais e mitigatórias, pois o real problema nunca é enfrentado e, dessa maneira, as externalidades geradas são absorvidas por algum impactado. No caso da cidade de Belo Horizonte, os congestionamentos urbanos decorrentes do excesso de veículos geraram como ação mitigatória, a proibição da entrada de caminhões na cidade. Tendo em vista os benefícios obtidos na Europa com as Plataformas Logísticas, esse projeto de pesquisa irá analisar a viabilidade operacional, aspectos jurídicos e logísticos, para a instalação de Plataformas Logísticas.

Integrantes: Paulo Fernandes Sanches Junior – Coordenador / Fabrício Molica de Mendonça – Integrante / Uajará Pessoa Araújo – Integrante / Pia Coeli Rosciano – Integrante.

Ano de início: 2013

3. Impactos dos Condicionantes Territoriais na Adoção de Estratégias Logísticas em Arranjos Produtivos Locais

Descrição: O crescimento de firmas dentro dos APLs está relacionado com a especificidade de cada APL, resultante de condicionantes territoriais criados a partir de externalidades positivas, negativas e restritivas, que surgem em virtude da evolução histórica, da organização institucional, do contexto social e cultural, da estrutura produtiva, das formas de inserção nos mercados internos e externos, das formas de governança, da logística, do associativismo, do cooperativismo, das formas de aprendizado e de disseminação do conhecimento (SUZIGAN ET AL, 2005). No entanto, a existência de condicionantes territoriais positivos, negativos e restritivos, por si só, não garante o sucesso ou o fracasso do aglomerado, Indicam pontos positivos e negativos que poderão ser trabalhados em prol do APL (LEMOS, SANTOS E CROCCO, 2003). Em APLs inseridos em espaços produtivos pouco dinâmicos, por exemplo, estratégias logísticas de fornecimento, produção e distribuição são desenvolvidas com base nos condicionantes territoriais, de modo a permitir que micro e pequenas empresas, inseridas em APLs, consigam sobreviver em espaços pouco dinâmicos. Assim, este estudo tem por finalidade analisar os impactos dos condicionantes territoriais presentes em quatro APLs da indústria tradicional do Estado de Minas Gerais sobre as estratégias de logística desenvolvidas no sentido de garantir a competitividade das empresas contidas nesses espaços produtivos.

Alunos envolvidos: Graduação: (1).

Integrantes: Paulo Fernandes Sanches Junior – Integrante / Fabrício Molica de Mendonça – Coordenador.

Ano de início: 2013

4. Difusão de métodos de pesquisa na ciência administrativa brasileira

Descrição: Objetivo: criar um modelo que explique, no Brasil, a difusão de métodos de pesquisa na administração – no geral e em especial, da sociometria e da análise de envoltória de dados. Justificativa: o ponto de partida dessa pesquisa é a hipotética subordinação da pesquisa brasileira a pesquisa externa – pelo menos, na área de administração. Isso se daria pelo comportamento estratégico de pesquisadores que, percebendo o potencial (no que tange a produção de artigos) de uma técnica já consagrada internacionalmente, a aplica no ambiente nacional e consegue com isso alguma relevância que justifica a publicação. Esse movimento seria seguido por outros até a saturação, quando a novidade (no âmbito interno) se esvai e implica na necessidade de outra justificativa diferente da motivação inicial. Coleta de dados: levantamentos bibliométrico e sociométrico de autoria e de citações. Tratamento dos dados: constituição de um banco de dados. Análise de dados: construção de modelos matemáticos Cronograma: I. Seleção dos artigos (2012) – situação: concluída. II. Tratamento das autorias e co-autorias (2013) – situação: em andamento. III. Análise de dados (2014) – situação: pendente IV. Publicação dos resultados (2014) – situação: pendente Equipe de projeto: Uajará Pessoa Araújo (coordenador). Resultado do projeto (até o momento).

Integrantes: Uajará Pessoa Araújo – Coordenador / Mozar Jose de Brito – Integrante.

Ano de início: 2012

5. O comportamento do consumidor de baixa renda sob a perspectiva da cultura brasileira: descrição e reflexões

Descrição: A importância e o crescimento do mercado de baixa renda no Brasil é um fenômeno recente que justifica o aumento de pesquisas e interesse tanto da academia quanto das empresas em relação ao comportamento do consumidor de baixa renda sob a perspectiva da cultura nacional. Diante desse contexto, o trabalho tem o objetivo de entender como a cultura brasileira se manifesta no comportamento de compra do consumidor de baixa renda em empresas supermercadistas localizadas em Belo Horizonte. Para se alcançar esse objetivo, será realizado uma pesquisa qualitativa, utilizando-se o método etnográfico baseado na observação não participante e entrevistas em profundidade para a coleta de dados e a análise de conteúdo para tratamento dos dados. Como resultado, espera-se contribuir para a ciência e mercado, ajudando a melhor descrever e caracterizar o comportamento do consumidor de baixa renda, disseminar e divulgar as vantagens (e desvantagens) do método etnográfico no campo do comportamento do consumidor, e possibilitar que as empresas ofereçam melhores serviços e produtos para o mercado da base da pirâmide.

Integrantes: Ronan Torres Quintão – Coordenador / Roberta Gonçalves – Integrante.

Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais – Bolsa / Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais – Bolsa.

Ano de início: 2012

6. O comportamento do consumidor de baixa renda

Descrição: O estudo sobre o mercado de baixa renda é relativamente novo nacional e internacionalmente, por isso, ainda pouco é conhecido sobre o comportamento desse consumidor, que apresenta crescimento em número de pessoas e em gasto com consumo nos últimos 10 anos (Nery, 2009). A pesquisa tem o objetivo de descrever e gerar reflexões sobre o comportamento do consumidor de baixa renda durante o processo de compra em empresas supermercadistas de Belo Horizonte tendo a cultura brasileira como base teórica. O método de pesquisa a ser utilizado será a etnografia que consiste no processo de observar, participar e conversar com o consumidor em suas condições reais de existência, tentando entender e mapear a completude o seu comportamento de compra.

Alunos envolvidos: Graduação: (3).

Integrantes: Ronan Torres Quintão – Coordenador / Thaís Carolina – Integrante / Rodrigo Euler de Almeida Silva – Integrante / Danielle Kolansk – Integrante.

Financiador(es): Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais – Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais – Bolsa.

Ano de início: 2012

7. Escalas de Estilos de Aprendizagem

Descrição: Objetivos: (a) verificar a atualização e a eficácia das escalas de estilo de aprendizagem (de Kolb; de Felder & Silvermen; de Kersey); (b) testar a relação entre os escores das três escalas frente ao desempenho acadêmico de graduandos em administração. Justificativa: o ponto de partida da pesquisa é que os indivíduos têm diferentes maneiras de perceber e de processar a informação o que implica em diferenças nos seus processos de aprendizagem. Existem diversas escalas já consagradas que procuram mapear os estilos de aprendizagem. Não se pretende porpor mais uma e sim avaliar a eficácias desses intrumentos, cruzando seus achados e testando suas indicações com variável preditiva de desempenho escolar de alunos de administração. Coleta de dados: aplicação das escalas (de Kolb; de Felder & Silvermen; de Kersey) em uma amostra composta de 400 indivíduos (alunos de engenharia e de administração do CEFETMG, cursando do sexto ao oitavo período) em condições controladas; levantamento das notas acadêmicas do indivíduos graduandos em administração. Tratamento dos dados: constituição de um banco de dados. Análise de dados: análise estatística (descritiva e multivariada). Cronograma: I. Coleta de dados (2010 a 2013) – situação: concluída. II. Tratamento de dados (2013) – situação: em andamento III. Análise de dados (2013) – situação: pendente IV. Publicação dos resultados (2014) – situação: pendente.

Alunos envolvidos: Graduação: (1).

Integrantes: Uajará Pessoa Araújo – Coordenador / Mozar Jose de Brito – Integrante / Lilian Bambirra de Assis – Integrante / Nathura Coelho – Integrante.

Número de orientações: 1.

Ano de início: 2010